Violência volta a assustar e Caxias registra 3 homicídios em dois dias.

Foto Colagem | Diário de Caxias 


A Polícia Civil está investigando uma sequência de homicídios que aconteceram na cidade de Caxias em menos de dois dias. Apenas em um dos casos a polícia conseguiu prender o acusado, os outros ainda estão sendo investigados.

Por volta da meia-noite de quarta-feira (22), Kássio André Ramos Costa, de 27 anos, foi brutalmente assassinado na Rua São Bento, bairro Bela Vista, em Caxias. De acordo com as investigações, Kassio estava no quintal da sua residência quando os assassinos em uma motocicleta e um deles invadiu o local, efetuando vários disparos. Mesmo baleado a vítima ainda conseguiu adentrar em sua casa onde caiu e foi atingido por um golpe de facão na altura do pescoço. Ele morreu no local, ninguém foi preso.


Foto | Divulgação 


Já na madrugada de quarta (22), para quinta (23), um homem identificado como Genil Gonçalves dos Santos, de 27 anos, foi morto com um tiro de garrucha no bairro João Viana, em Caxias. O suspeito de efetuar o disparo foi preso nas proximidades da Praça Gonçalves Dias, na região centralda cidade. Ele alega que agiu em legítima defesa, pois a vítima o ameaçou utilizando um facão e que na semana passada ele havia subtraído um carro de mão do seu irmão.


Foto | Divulgação 

Foto | Divulgação 


No início da tarde desta quarta-feira (23), um homem ainda não identificado, foi morto a tiros na Avenida Central, bairro Pai Geraldo. De acordo com informações, o homem seguia pela Avenida Central (antiga BR, proximo aos pés de mangas) em uma moto, quando dois homens em outra motocicleta chegaram próximo a ele e efetuaram os disparos. Nada foi levado da vítima. Os suspeitos fugiram e ainda não foram localizados.


Foto | Divulgação 


Em entrevista à TV MIRANTE, o Tenente-coronel Jurandy disse que a maioria dos casos estão relacionados à acertos de contas.

A grande maioria desses mortos tem passagem pela polícia, teve inclusive um dos indivíduos que tinha acabado de sair do presídio onde estava cumprindo pena, mas a gente vai intensificar o policiamento, disse o Comandante do 2° BPM.

Postar um comentário

0 Comentários