Prefeitura de Caxias já remanejou aproximadamente 10 famílias desalojadas pelas cheias do Rio Itapecuru.

Foto | Assessoria de Comunicação 


Diário de Caxias com informações da Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Caxias - A Prefeitura de Caxias já assistiu aproximadamente 10 famílias desalojadas com a última forte chuva que caiu neste sábado (21), que, por este motivo, tiveram as casas alagadas na região da Rua Beira Rio, no bairro Ponte. Outras famílias também foram ajudadas nos bairros Salobro, Galiana, Palmeirinha e São Pedro.

Na noite de sábado tivemos uma carga de chuva muito elevada, mas já esperada pela meteorologia. A Defesa Civil já havia avisado, conseguimos tirar algumas famílias a tempo, mas algumas pessoas resistiram, achando que nós estávamos tentando induzi-las a saírem das casas, infelizmente muitas pagaram pra ver e perderam alguns móveis. Hoje, domingo, já tiramos muitas famílias dos bairros mais afetados, como Galiana, Ponte e Salobro. Além das áreas de deslizamentos de encostas. Temos duas equipes trabalhando na rua, afirma Capitão Malheiros, coordenador municipal da Defesa Civil.

O trabalho dos profissionais que compõem as equipes continua, sempre mantendo as precauções devidas, considerando a possibilidade de contaminação pelo novo coronavírus. A previsão é que a cidade tenha mais chuvas a qualquer momento.

A previsão é de mais chuvas tanto neste domingo, quanto nesta segunda-feira. Qualquer coisa, nos procure ou procure abrigo mais próximo, afirma Capitão Malheiros.

No Decreto Municipal n° 93, de 20 de março de 2020, a Prefeitura de Caxias prevê em caso de necessidade, no seu Art. 2º, para o enfrentamento da situação de emergência ora declarada, medidas como requisitar bens e serviços de pessoas naturais e jurídicas, hipótese em que será garantido o pagamento posterior de indenização justa; e, ainda, conforme o Inciso II do Art. 2º do decreto, nos termos do art. 4, da Lei Federal nº 13.979, de 6 de fevereiro 2020, cumulado com o art. 24, da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993, fica autorizada a dispensa de licitação para aquisição de bens e serviços destinados ao enfrentamento da emergência.

Até o momento, não houve desabrigados, ou seja, nenhuma perda de imóvel em sua totalidade em decorrência das chuvas. Atualmente, mais de 200 pessoas estão no cadastro da Coordenação Municipal de Defesa Civil em Caxias e mantêm contato constantemente via WhatsApp com o órgão.
      



Postar um comentário

0 Comentários