Operação Jamnapari: PRF recupera 83 veículos roubados em Caxias.

A Polícia Rodoviária Federal no Estado do Maranhão realizou, entre os dias 24 a 28 de outubro, a Operação Jamnapari II, com foco na recuperação de veículos roubados, furtados e com adulteração nos elementos de identificação. Na ocasião, nove municípios participaram da operação, entre eles Caxias.

Dezenas de Policiais Rodoviários Federais e Policiais Civis do Maranhão atuaram em conjunto na identificação de fraudes veiculares, que também contou com o apoio do serviço de inteligência policial de ambas as instituições de segurança pública.

Em cinco dias atuando na área operacional, os agentes da PRF apreenderam somente em Caxias 83 veículos, sendo 78 motocicletas e 5 carros.



Mais 63 veículos foram apreendidos nos municípios de Governador Luiz Rocha, Gonçalves Dias, Tuntum, São Domingos do Maranhão, Santo Antônio dos Lopes, Presidente Dutra, Colinas e Fortuna. Além disso, foi apreendido um revólver e uma pessoa presa pelo crime de embriaguez ao volante.

Todas as ocorrências foram encaminhadas à Polícia Civil.

Mais

Ao todo, foram 146 veículos apreendidos na Operação Jamnapari II. Destes, 125 são motocicletas, representando aproximadamente 85% das ocorrências. As motocicletas são mais visadas pelas quadrilhas devido a facilidade na subtração, destinação e comercialização.

A primeira edição da Operação Jamnapari ocorreu em dezembro de 2015 e recuperou um total de 68 veículos alvos de roubo, furto e com sinais de adulteração em seus elementos de identificação. No último quadriênio a PRF vem intensificando o combate a esse tipo de crime, resultando na recuperação de 923 veículos em todo estado.

As apreensões deram à PRF condições de elaborar um mapa da procedência dos veículos produto de roubo ou furto que chegam ao Maranhão. Destacam-se Estados da região Sudeste e Centro Oeste, como São Paulo, Goiás e Distrito Federal, além de Estados vizinhos, Pará, Piauí e Tocantins. Também foi possível identificar os principais municípios maranhenses receptores dos veículos irregulares.

O nome da operação diz respeito a uma raça de cabra. No jargão policial, "cabrito" é um veículo com procedência ruim, podendo ser roubado, furtado ou adulterado.

Fonte: Portal Noca

Postar um comentário

0 Comentários