Excluídos! Falta de saneamento e infraestrutura preocupam moradores próximo ao "Complexo Hospitalar Gentil Filho" no Seriema.

Sgt César visitando a Comunidade do Seriema

Há pouco menos de 1 mês para inauguração de uma área ampliada do antigo Hospital Geral Gentil Filho, uma das principais ruas de acesso ao hospital sofre com a falta de atenção da Prefeitura. 


Os problemas estruturais maiores são encontrados na 2ª Travessa São João, Travessa Ceará e Rua 25 de Dezembro, todas no Seriema, e próximas ao HGM, APAE e ao CAPS. A situação é tão crítica que nem as ambulâncias conseguem ter acesso a alguns locais. Próximo ao Hospital Geral (Complexo Hospitalar), o cenário é de ruas sem asfalto, meio-fio e buracos, muitos buracos.


Local fica a poucos metros do HGM

Há dificuldade de acesso tanto para carros e motocicletas, como também para pedestres, o que dificulta um regaste, por exemplo. 

Um moradora relatou que já tropeçou e caiu fraturando o pé, por conta do acidente a moradora anda de muleta.

Eu me acidentei aqui dentro desse buraco, na Travessa Ceará, Bairro Seriema, quebrei meu pé, hoje tá ingessado, cai aqui dentro do buraco, fui parar na UPA, relatou a Senhora Lindalva.

Outro morador relata que o carro de uma empresa já caiu dentro de um buraco ficando atolado.

A gente pede as autoridades que resolvam o problema, o prefeito já mandou o secretário aqui mas nada foi resolvido, dois vereadores já vieram fazer promessas mas até hoje nada foi resolvido, já falei até com o próprio prefeito (Fábio Gentil), ele me prometeu, mas nunca cumpriu, disse o morador Alisson.




Os moradores tentam amenizar o problema colocando entulhos nas valas, mas quando chove a chuva leva tudo. 


Eles não podem fazer um bueiro aqui pra prejudicar o quintal de ninguém, é uma coisa tão fácil de ser resolvido, disse o morador Francisco, conhecido como Chico Tamancão.





Uma outra moradora relatou que precisa caminhar pelas ruas esburacadas para ir até familiares que se encontram com problemas de saúde em uma rua acima da residência que mora.


Aqui a gente bate com barro pra gente passar, joga terra, joga barro, pra poder amenizar mais, por que quando carro passa joga a poeira em cima, disse a dona Maria.







Diante dos relatos dos moradores, o Sgt César pede providências por parte do poder público.








Postar um comentário

0 Comentários