O puxa-saco!



O termo puxa-saco vem desde o inicio da história da humanidade, mas o que são puxa-sacos? Puxa-sacos são nada mais que parasitas que sempre estão a sombra de quem tem ou está no poder. Há quem diga que o "puxa-saco não nasce, ele brota".

O puxa-saco transforma o respeito em veneração, não precisa nem o chefe pedir algo, espontaneamente o puxa-saco se oferece. E mesmo que o chefe não peça a ele, ele se oferece a fazer. 

Políticos em geral, adoram esse tipo de parasita (salvo raríssimas excessões) pois são adeptos da prática da famosa bajulação, sempre servil e submisso, ele se esforça ao máximo para agradar, nem que pra isso seja necessário se submeter a qualquer coisa.

Detentores de poder não necessariamente buscam esse tipo de parasita, eles surgem naturalmente e muitas das vezes são vítimas passivas de informações distorcidas, e claro, são induzidas ao erro ou a injustiça. E infelizmente certas decisões tem sido tomadas unicamente baseadas em fofocas e pareceres medíocres.

Esses filhos do demônio infelizmente tem conseguido se dar bem em certas ocasiões, pois esses filhos das trevas são habilidosos em suas artimanhas e armações.

O profissional de bajulação torna-se tão versátil que, mesmo em ocasiões de troca de poder, facilmente consegue inverter a situação a seu favor. Não importa o vencedor do pleito. Situação ou oposição, o importante é o poder, sua área sagrada de atuação, esteja constituído, o resto ele sabe interpretar. Tipo camaleão transforma-se rapidamente em fervoroso defensor da bandeira de quem esteja comandando.

O puxa-saco, também conhecido por lambe-botas, baba-ovo, cheira-cheira, ou qualquer outro nome que se queira dar é aquele elemento (homem ou mulher) que conserva o incontrolável hábito de não medir esforços para agradar alguém, de preferência superior na hierarquia. Seu vício é pior que a droga é capaz de moldar o corpo e a alma. Os danos em alguns casos são irreparáveis. Funcionários são colocados em funções marginais por conta da fofoca ou da falta de escrúpulo de um maldito puxa-saco. 

É preciso então atenção redobrada para diagnosticar prematuramente um vírus desta estirpe. Um puxa-saco profissional pode ser detectado à distância. Suas características principais: acentuada flexibilidade na coluna, pronta para concordar com tudo em forma de complemento oriental; o excessivo derramamento de elogios, sugestões (mesmo descabidas); sorrisos e ternura com o ser protegido, podendo ainda, em situações de contrariedade, tornar-se agressivo na defesa de seus ídolos.


Postar um comentário

0 Comentários